Quico Cadaval

Teve aulas com um professor entusiasta de castigos físicos e da literatura barroca. Dirigiu espectáculos com a presença de bêbedos, traficantes, imigrantes ilegais e ciganas vingativas. Escreveu peças protagonizadas por traficantes mudos, piratas (mulheres), pintores aristocratas, músicos ambulantes e vendedoras de amor ao pormenor.

Como se tudo isto fosse pouco, ainda é omnívoro.

x